Os representantes dos EUA, de acordo com o diplomata, sustentam a tese de que a Síria alegadamente esconde dados referentes aos seus arsenais químicos. Lukashevich deixou claro que tais declarações não são confirmadas por nenhuns fatos.