"Limitações substanciais ajudarão a evitar que o Irã crie armas nucleares. Elas privam o Irã dos meios mais viáveis para a criação de uma bomba nuclear", afirmou Barack Obama em uma comunicação proferida na ocasião.
Se as expectativas se justificarem, o acordo abrirá caminho para a superação da longa confrontação e o regresso do Irã à comunidade internacional.