quarta-feira, 13 de novembro de 2013

IRÃ - 89% DOS OCIDENTAIS A FAVOR DA ENERGIA NUCLEAR PACÍFICA

Ocidente deve reconhecer o direito do Irã de 
usar a energia nuclear'
Pic
 0  1 Google +0  1  0
Os resultados de uma pesquisa realizada
 pelo site da cadeia em Inglês TV iraniana
 PressTV, mostram que a maioria dos 
entrevistados em todo o mundo 
acredita que o Ocidente deve reconhecer
 o direito do Irã de usar a
 energia nuclear civis. 

A pesquisa, realizada entre 5 e 12 de novembro de procurado os
 pontos de vista dos participantes sobre o fato de que se o Ocidente
 deve respeitar os direitos de enriquecimento nuclear do Irã sob
 o Tratado de Não Proliferação (TNP). acordo com o pesquisa, 
89 por cento dos inquiridos votaram a favor da questão, enquanto
 apenas 11 por cento votaram contra a idéia. maioria dos participantes
 pertencia para os EUA, ou seja, mais de 1500 pessoas , e então 
o Reino Unido, com pouco mais de 700, Canadá 500, Alemanha 
com 200, ea Austrália, com mais de 120 eleitores. 

A última rodada de negociações entre o Irã eo grupo 5 +1 (EUA, 
Reino Unido, França, Rússia e China, mais a Alemanha) sobre o 
programa nuclear iraniano surgiu, teve lugar a 7, 8 e 9 deste mês,
 na cidade suíça de Genebra. Embora as partes não chegaram a 
assinar um acordo, mas confirmaram que tinham feito progressos 
significativos neste caso. 

Ambos os lados expressaram otimismo sobre a possibilidade de
 chegar a um acordo. Os dois lados concordaram em continuar as
 negociações em 20 de novembro no mesmo local. República Islâmica
 critica o Ocidente por torpedear o processo de diálogo sobre o
 programa nuclear do Irã. 9 de novembro de ministro das
 Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif , falou sobre
 as divisões entre o sexteto depois de sua reunião com a 
secretária de Estado dos EUA John Kerry eo chefe da diplomacia
 europeia, Catherine Ashton. EUA, o regime israelense e alguns de 
seus aliados acusam o Irã de um possível desvio do seu programa de
 energia nuclear, uma desculpa para a implementação de duras 
sanções ilegais contra Teerã.

 Irã tem repetidamente rejeitado a acusação, notando que, 
como signatário do TNP e membro comprometido da 
Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA),
 tem direito a usar a tecnologia nuclear para fins pacíficos. fm / rh / hnb 

Nenhum comentário:

Postar um comentário