Segundo o The Washington Post, a Turquia comunicou aos serviços secretos iranianos os nomes de, pelo menos, 10 agentes que se encontravam na Turquia com um “curador”, um agente de Mossad.
Fontes norte-americanas informam que se trata dum passo extraordinário da Turquia, que teria decidido compartilhar essas informações com o Irã só para causar prejuízos a Israel.