Em tempos de turbulência nos mercados, os norte-americanos preferem abastecer-se de numerário com antecedência, observa o jornal.
O Ministério das Finanças dos EUA irá esgotar o limite de endividamento antes do final do mês, se o Congresso não acordar a elevação do teto da dívida, que constitui $16,7 trilhõe