Os estudantes protestam contra a reforma governamental no sistema de ensino, que prevê a redução de verbas para salários dos professores e bolsas de estudo, assim como o encarecimento dos estudos.
As associações de estudantes exigem também a demissão do ministro da Educação.
Espera-se que hoje se unam à greve os pais de alunos e empregados de instituições de ensino.