De acordo com a Polícia Militar, oficiais de dois batalhões da Tropa de Choque participam da retirada dos estudantes, que deixaram o prédio pacificamente.
Além da polícia, um oficial de Justiça está no local, portando a decisão judicial que determina a restituição do prédio à USP, segundo a PM. Até as 9h30, ninguém havia sido detido e os policiais permaneciam no local para averiguar as condições do edifício.
 Os estudantes ocupavam o local para reivindicar a eleição direta para reitor da universidade e o fim da lista tríplice, que permite ao governador do Estado escolher um entre os três candidatos mais votados pelos colégios eleitorais da universidade.
A reitoria da USP no campus do Butantã, na zona oeste, permanece ocupada por cerca de 500 estudantes, pelo mesmo motivo.
Na última sexta-feira (18), ao menos 300 estudantes bloquearam dos dois principais portões do campus da Cidade Universitária, na zona oeste de São Paulo, como forma de reivindicar uma reunião com o atual reitor da universidade, João Grandino Rodas.
Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_10_19/Estudantes-que-ocupavam-reitoria-da-USP-Leste-sao-retirados-pela-Tropa-de-Choque-2257/