"É necessário que aqueles que financiam e patrocinam os grupos de oposição, incluindo os extremistas, arranjem maneira de lhes exigir a entrega de tudo o que de lá retiraram e que deve ser destruído", frisou o chefe da diplomacia russa.