domingo, 14 de outubro de 2012

TURQUIA - ERDOGAN É “CAVALO DE TRÓIA SIONISTA”


TURQUIA - ERDOGAN É “CAVALO DE TRÓIA SIONISTA”


"CAVALO DE TRÓIA QUER DIZER: ALGUÉM PLANTADO EM LOCAL ESTRATÉGICO, PARA SIMPLESMENTE AJUDAR O LADO CONTRÁRIO"

A TURQUIA NADA MAIS É DO QUE UMA POSSESSÃO ISRAELENSE, E ERDOGAN QUE É LACAIO DOS JUDEUS SIONISTAS, SÓ REPETE O QUE LHE FOI ORDENADO, DEMONSTRANDO ASSIM A SUA SUBSERVIÊNCIA, RECLAMA QUE A “ONU”, DEVERIA REPETIR O QUE FIZERAM NA LÍBIA, COM A AJUDA DOS SIONISTAS “TONY BLAIR”, “SARKOZY”,  “ONU” E A “OTAN”, QUE RESULTOU NO ASSASSINATO DE, ALÉM DE KADAFI E SUA FAMÍLIA E MAIS DE 100 000 CIVÍS QUE TAMBÉM FORAM ASSASSINADOS, E O ROUBO DE SUAS RESERVAS INTERNACIONAIS PELOS BANCOS JUDEUS, E PELA VIZINHANÇA COM A SÍRIA, QUER TAMBÉM PARTICIPAR DO SAQUE AOS SÍRIOS, O ÓBVIO É ULULANTE.  

MUNDO: TURQUIA CONDENA INÉRCIA DA ONU PARA INTERVIR NA SÍRIA

Sábado, 13 de outubro de 2012 - 16h14

O primeiro-ministro da Turquia condenou a inércia do Conselho de Segurança da ONU, com relação à Síria. Tayyip Erdogan disse que as Nações Unidas estão repetindo, na Síria, os mesmos erros que permitiram os massacres da Bósnia, na década de 90.
Em conferência em Istambul, o premier turco disse que, em quase 20 meses, a ONU não fez nada para impedir a tragédia humana na Síria. E atribuiu essa inércia à atual configuração do Conselho de Segurança. Aliadas de Damasco, Rússia e China já vetaram três resoluções que condenavam o regime de Bashar Al Assad.
As duas potências estão entre os cinco membros permanentes do conselho, e por isso, têm poder de veto. No discurso, Erdogan defendeu uma reforma no órgão, com mais poder para emergentes como Turquia, Brasil e Índia.
Para ele, se o mundo esperar pela ação de um ou dois membros do conselho, o futuro da Síria estará em perigo.
A VERDADE SOBRE O TERRORISMO NA SÍRIA
Os ataques TERRORISTAS aos civís sírios, é feito por MERCENÁRIOS contratados em solo americano e treinados em ISRAEL, que atravessam a fronteira com a TURQUIA, e depois de perpetrados, acusam o governo sírio se atacar seu próprio povo, o que é uma MACABRA MENTIRA.
A Rússia e a China estão cientes das manobras dos judeus na Síria, e do que fizeram na Líbia, portanto razões e motivos de sobra eles tem e devem proibir que a "ONU", total e absolutamente, é dominada e controlada pelo SIONISTAS, pratique mais um ato insano contra o povo árabe da Síria, a exemplo do que foi praticado na Líbia.




s  

Nenhum comentário:

Postar um comentário