domingo, 26 de agosto de 2012

TERROR JUDAICO SIONISTA NA VENEZUELA - ATAQUE TERRORISTA NA MAIOR REFINARIA DE PETRÓLEO DO MUNDO


ATAQUE SEMELHANTE FOI SOFRIDO NO BRASIL NA BASE DE LANÇAMENTO DE SATÉLITES DE ALCÂNTARA NO MARANHAO, ONDE 21 ENGENHEIROS E TÉCNICOS DO "DCTA" DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, MORRERAM NUMA EXPLOSÃO SEGUIDA DE UM INCÊNDIO QUE DESTRUIU O VEÍCULO LANÇADOR DE SATÉLITES EM 2003, OCASIONANDO O ATRAZO DO PROGRAMA ESPACIAL BRASILEIRO.

ESTE ATENTADO TEVE O OBJETIVO DE DESISTIMULAR O BRASIL, E, MANTER A DEPENDENCIA  TECNOLÓGICA DOS JUDEUS SIONISTAS.

LOGO SERÁ A VEZ DA ARGENTINA E BOLIVIA DE SOFREREM ATAQUES SEMELHANTES, POR TEREM ESTATIZADO SUAS REFINARIAS DE PETRÓLEO.









ESTE FALSO ACIDENTE TEM COMO OBJETIVO DESMORALIZAR CHAVEZ E AJUDAR O CANDIDATO JUDEU SIONISTA "CAPRILLES", NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES, DA MESMA FORMA QUE FIZERAM NA FRANÇA, MATARAM ALUNOS E PROFESSOR JUDEUS, E ACUSARAM OS MUÇULMANOS, PARA VER SE REVERTIAM, O QUADRO DE DERROTA IMINENTE DE SARKOZY.

Chega a 41 número de mortos após explosão em refinaria na Venezuela













O ataque terrorista e falso acidente ocorreu na refinaria de Amuay, a maior do país.


Chávez determinou investigação urgente sobre episódio.
Do G1, com agências internacionais
20 comentários

O governo venezuelano informou na noite deste sábado (25) que subiu para 39 o número de mortos após a explosão ocorrida na refinaria de Amuay, uma das três que formam o Centro de Refinamento de Paraguaná, o principal da Venezuela e um dos maiores do mundo.
 "Até este momento, a cifra é de 41 compatriotas que estão no necrotério do hospital da previdência social: 18 são membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB), 15 são civis, a maioria familiares dos guardas (...) e há seis corpos não identificados", afirmou o vice-presidente, Elías Jaua, atualizando o boletim anterior de 26 óbitos.

A ministra da Saúde, Eugenia Sader, informou que alguns feridos continuam internados e estão sob observação, outros foram transferidos para uma unidade de queimados num hospital do estado vizinho de Zulia e 75 foram liberados porque só tinham queimaduras leves. Mais cedo, ela tinha informado que 86 pessoas foram levadas para o hospital Rafael Calles Sierra da cidade de Punto Fijo, no Estado Falcón, onde se encontra a refinaria.

Este é o acidente mais grave já registrado em uma instalação da da estatal petroleira PDVSA.
O presidente venezuelano Hugo Chávez declarou luto oficial de três dias e ordenou a realização de 'investigações urgentes' para descobrir a causa de uma grande explosão no maior complexo de refinarias do país, Paraguaná.

O ministro de Energia e Petróleo da Venezuela, Rafael Ramírez, culpou um "vazamento de gás" pelo incidente, que aconteceu na madrugada deste sábado. "O acúmulo de gás criou uma nuvem que explodiu e provocou incêndios em pelo menos dois tanques da refinaria e nas áreas ao redor", disse Ramírez à televisão estatal. "A explosão foi de grande magnitude, por isso há danos notáveis na infraestrutura e em residências que estavam em frente à refinaria", acrescentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário