quinta-feira, 19 de abril de 2012

RUSSIA – AMIGOS DA SÍRIA SÃO DESTRUTIVOS


RUSSIA – AMIGOS DA SÍRIA SÃO DESTRUTIVOS – SÃO OS MESMOS AMIGOS DA LÍBIA QUE ASSASSINARAM 100 000 CIVIS LÍBIOS, ESSES AMIGOS SÃO GENOCIDAS!

Rússia diz que reunião de chanceleres sobre Síria é "destrutiva"
19 de abril de 2012  09h10

A Rússia disse que a reunião entre ministros de Relações Exteriores do grupo "Amigos da Síria" em Paris, nesta quinta-feira, é "destrutiva" e poderia minar os esforços de paz do enviado da ONU e da Liga árabe à Síria, Kofi Annan.
A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, manterá conversações na noite de quinta-feira, em Paris, com ministros árabes e europeus de países que em uma reunião anterior haviam estudado dar apoio aos opositores do governo do presidente sírio, Bashar al-Assad.
A Rússia foi convidada, mas se distanciou porque considerou que as conversas tinham apenas "um lado", sem a representação do governo sírio, afirmou o porta-voz do Ministérios de Relações Exteriores russo, Alexander Lukashevich.
Para o governo russo, o objetivo da reunião não parecia ser a busca de um diálogo entre os sírios, mas, "pelo contrário, aprofundar as diferenças entre a oposição e o governo sírio ao estimular o isolamento internacional deste último", afirmou o porta-voz.
A Rússia armou o governou sírio e protegeu Assad ao bloquear uma resolução apoiada por nações árabes e ocidentais no Conselho de Segurança da ONU, a qual pedia que ele abdicasse do poder, mas apoiou o plano de paz de Annan em votações do Conselho.
Esperando manter a diplomacia no Conselho de Segurança, onde detém poder de veto, a Rússia afirma que o mundo deveria se concentrar em assegurar que os esforços de Annan sejam bem-sucedidos e criticou os gestos de apoio à oposição síria por parte da Otan e de nações do Golfo Árabe.
Lukashevich disse que a Rússia conclama as nações que querem paz e democracia na Síria a "não conduzirem atividade política destrutiva, mas apoiar energicamente os esforços de Annan por meio de ações práticas".

Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário