segunda-feira, 23 de abril de 2012

FRANCE – SARKOZY – LATROCIDA INTERNACIONAL


FRANCE – SARKOZY – LATROCIDA INTERNACIONAL

Sarkozy armou uma arapuca para Kadhafi, prometeu amizade eterna ao líbio, que caiu feito pato, que depositou bilhões de U$D na França e Inglaterra, doou milhões para a campanha anterior do FAMIGERADO LATROCIDA, e, foi covardemente atacado e morto, como QUEIMA DE ARQUIVO, e, simplesmente o DINHEIRO DA LÍBIA SUMIU, NINGUÉM SABE E NINGUÉM VIU!
E, ainda por cima dessa TRAGÉDIA JUDAICO-SIONISTA, pois Sarkozy não é Frances, ele é JUDEU-SIONISTA, provocou uma GUERRA CIVÍL, com um resultado GENOCIDA, mais de 100 000 civís assassinados, com um único objetivo, ROUBAR, além da poupança de décadas do POVO LÍBIO, O PETRÓLEO, para beneficiar ISRAEL, que é sua verdadeira Pátria!



Quer se reeleger, para terminar o que começou na SÍRIA, e repetir o que fez com a LÍBIA!

Na França, usa o medo do TERRORISMO como mote de campanha, que ele mesmo, JUNTO COM SEUS ASSECLAS provocam, acusando indevidamente os Àrabes e muçulmanos, estes por sua vez, não são, nunca foram e nem serão TERRORISTAS!

Sarkozy diz que «tudo recomeça agora»
Por Redação

O atual presidente francês e recandidato, Nicolas Sarkozy, falou na noite de domingo aos seus apoiantes afirmando que «tudo irá recomeçar agora», referindo-se ao segundo lugar alcançado na primeira volta das eleições.

O conservador elogiou a alta participação dos franceses na votação, propondo a realização de três debates sobre economia, sociedade e política externa com o vencedor François Hollande, socialista.

«Os candidatos têm um dever de verdade, de coragem», para a segunda volta, disse Sarkozy.

Hollande respondeu que «não é por se ter um mau resultado que se mudam as regras», questionado, ironicamente, o seu adversário sobre «porque não quatro, cinco ou seis debates?»

Sarkozy vai «voltar à estrada» confiando que os resultados da primeira mão aconteceram devido a um «voto de crise». «Neste mundo que se move tão depressa, a preocupação dos nossos compatriotas de manterem o seu modo de vida é a questão central destas eleições», acrescentou.

21:35 - 22-04-2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário