sábado, 10 de março de 2012

TURQUIA SIONISTA–TERROR NA SÍRIA RECEBE ARMAS JUDIAS

TURQUIA SIONISTA–TERROR NA SÍRIA RECEBE ARMAS ISRAELENSES, pelas mãos dos TURCOS;

Como se vê, a TURQUIA é aliada dos JUDEUS e dos SAUDITAS contra a SÍRIA, parte do plano JUDEU de dominar o ORIENTE MÉDIO, a exemplo do que fizeram com a LÍBIA, que resultou no ASSASÍNIO DE 100 000 CIVÍS!

E todos os ATENTADOS a bomba ocorridos na SÍRIA contra civis, foram praticados por terroristas, sob o comando de TURCOS, SAUDITAS E JUDEUS, e como parte do plano de desestabilização do governo SÍRIO, a IMPRENSA OCIDENTAL SIONISTA, diz que estes ataques são feitos pelos SÍRIOS, quando o que ocorre é exatamente o contrário!

Últimas Notícias  Publicada em 10 de Março de 2012 ás 12:52:24

Síria apreende em Al-Raqqa armas procedentes da Turquia

Damasco, (Prensa Latina) Forças sírias apreenderam um grande contrabando de armas de diversos tipos e deteve o grupo de indivíduos que tentava introduzi-lo neste país vindo da Turquia através da área fronteiriça de Tal Abyad, na norte província de Al-Raqqa, informam nesta sexta (09) aqui fontes da imprensa.

 Os Meios nacionais difundem vídeos, fotos e citam fontes oficiais que detalham que o arsenal apreendido inclui 105 escopetas, 26 rifles Magnun, entre outros armamentos.

Como parte das operações de busca, perseguição e eliminação dos grupos armados, forças da ordem enfrentaram um desses bandos cujos membros se escondiam na área de granjas do Taibet al-Imam, zona rural da central província de Hama, informa a agência de notícias SANA.

A reportagem, que cita fontes do comando policial provincial, assegura que caíram vários dos terroristas e que os policiais confiscaram suas armas, algumas das quais são de fabricação israelense, assim como panfletos, propaganda antigovernamental e documentos roubados de instituições estatais.

Enquanto isso, em Idleb, especialistas do Exército desmantelaram quatro bombas preparadas para explodir na interseção da estrada para a localidade rural de Trembeh. Quatro indivíduos que estavam colocando os artefatos foram detidos.

Nessa noroeste província fronteiriça com a Turquia, um grupo armado atacou e saqueou o centro de grãos de Sinjar, próximo de Maaret al-Numan, e roubaram grande quantidade de cereal. O mesmo grupo destruiu uma propriedade agrícola dedicada a semeias de um projeto de reflorestamento, denunciou o Departamento de Agricultura de Idleb.
A televisão síria reporta que indivíduos armados mataram a tiros, na quinta-feira, um menino de 11 anos identificado como Mailk al-Aktaa quando atacaram o automóvel de seu pai no momento em que se dirigiam para sua fazenda na estrada de Tadmor.

Basam al-Aktaa, pai do menor, relatou à televisão que saíam de sua comunidade, quando foram alvo de disparos no beco Mreije; um tiro atingiu o peito do menino e outra a mão.

Na quinta à noite, os terroristas Ayman e Fahd Abdul-Kareem Erbinieh confessaram na televisão síria crimes que cometeram em Erbin, entre eles ataques contra a igreja dessa localidade de Damasco Campo, a escola religiosa Kweider, assim como o sequestro e assassinato de civis.

A televisão síria retomou a apresentação de indivíduos capturados pelas forças de segurança que confessam seus crimes e revelam nomes e as formas de operação dos grupos armados.
Entre estes, mostrou na noite da quarta-feira Yasser Fouzi al-Abd, líder de um dos grupos em Aleppo, que explicou sua associação com a rede terrorista Al-Qaeda.

Al-Abd detalhou como essa organização articulou uma rede nessa noroeste província com "hajjis" (chefes) nos principais povoados e revelou nomes e como operavam.
A apresentação e as confissões desse indivíduo foram particularmente assistidas pelo público que parou diante de televisões em lojas e comércios de alimentos para ouvir suas declarações, constatou a Prensa Latina.
Dias antes dos atentados suicidas de 28 de dezembro de 2011 em Damasco que ocasionaram dezenas de mortos e feridos, o ministro de Defesa do Líbano alertou que membros da Al-Qaeda tinham se infiltrado na Síria, e depois dos potentes ataques com carros bombas o Ministério do Interior sírio denunciou que o modo de operação teve a marca dessa rede.

Outros dois atentados terroristas com igual modo de execução consternaram a cidade de Aleppo no dia 10 de fevereiro, também com elevado saldo de 46 mortos e 235 feridos, inclusive crianças

Nenhum comentário:

Postar um comentário