segunda-feira, 19 de março de 2012

France–Sionistas matam crianças para ajudar Sarkozy

France – sionistas atacam crianças para ajudar sarkoZy

O maquiavelismo sionista em toda sua plenitude – atacam suas próprias crianças, por um bem maior, que é reeleger sarkoZy, prejudicar hollande que é uma pessoa séria e honesta, e de carona acusar mais uma vez os árabes, com o macabro intuito de denegrir a imagem da comunidade árabe muçulmana.
os muçulmanos não atacam crianças e nem são terroristas, vejam o histórico, quem inventou o terrorismo foram os sionistas
·      

Um exame balístico concluiu que a arma utilizada contra crianças e militares no sudoeste da França é a mesma. A revelação é…
 Ministério do Interior francês anunciou que todos os locais religiosos em França, designadamente as escolas judaicas, vão ser alvo de vigilância reforçada na sequência do tiroteio de Toulouse.
Contudo a dor e a revolta permanecem em toda a comunidade atingida pela tragédia.
“Sinto-me enojada. É uma escola pequena, tranquila. Não fazemos mal a ninguém, nem dizemos nada, e no fim isto acontece numa escola judaica. Com tudo o que se passa atualmente devia haver policiamento nas escolas religiosas. Penso que seria a mínima das coisas. Antes havia, mas deixaram de o fazer”, disse uma mãe.
“Estamos em verdadeiro estado de choque. Nunca pensámos que isto poderia acontecer num liceu judaico. Ainda ontem passava por esta barreira e senti-me tranquilo porque há uma câmara de vigilância, mas afinal verificamos que vamos ter de reforçar a vigilância”, constatou um professor.
O grande rabino de França, Gilles Bernheim, sentiu-se horrorizado quando soube do tiroteio na escola de Toulouse.
Um representante da comunidade judaica em França, falou da reação do país.
“A mobilização nacional face à morte de crianças vítimas de um assassino parece-me uma reação salutar, que seria a mesma se qualquer outra escola fosse atingida, ou outras crianças fossem assassinadas. Para mim é uma reação republicana normal”, disse Gil Taïeb.

Nenhum comentário:

Postar um comentário