sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

“STF” – MINISTRO GILMAR MENDES RECEBIA PROPINA DE MARCOS VALÉRIO


“PODRIDÃO CORRUPCIONAL COMEÇA DENTRO DA ALTA CORTE DO PAÍS, COMO CONFIAR NAS DECISÕES EMANADAS DE UM ÓRGÃO COMPOSTO DE MINISTROS VOLÚVEIS E CORROMPIDOS???!!!...”



Política
Carta Capital
Exclusivo
27.07.2012 11:36
O valerioduto abasteceu Gilmar Mendes
832

O ministro do STF na lista dos beneficiários do esquema

CartaCapital publica na edição que chega às bancas em São Paulo nesta sexta-feira 27 uma lista inédita de beneficiários do caixa 2 da campanha à reeleição do então governador Eduardo Azeredo em 1998. O esquema foi operado pelo publicitário Marcos Valério de Souza, que assina a lista, registrada em cartório. O agora ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes aparece entre os beneficiários. Mendes teria recebido 185 mil reais.

Há ainda governadores, deputados e senadores na lista. Entre os doadores, empresas públicas e prefeituras proibidas de fazer doações de campanha. O banqueiro Daniel Dantas também aparece como repassador de dinheiro ao caixa 2.

A documentação foi entregue à Polícia Federal pelo advogado Dino Miraglia Filho, de Belo Horizonte. Ele defende a família da modelo Cristiana Aparecida Ferreira, assassinada em 2000. Segundo Miraglia, a morte foi “queima de arquivo”, pois a modelo participava do esquema e era escalada para transportar malas de dinheiro. Na lista, Cristiana aparece como destinatária de 1,8 milhão de reais.

ARGENTINA – CRISTINA HERÓICA, DERROTA A MÁFIA DA MÍDIA, CO-IRMÃ DA GLOBO(BRASIL) E DA GLOBO-VISION(VENEZUELA)




“A DEFESA DA FALSA LIBERDADE DE EXPRESSÃO - É NA VERDADE A DEFESA DA LIBERDADE DE MONOPÓLIOS”

sábado, 15 de dezembro de 2012
Derrota da máfia midiática na Argentina

Por Altamiro Borges

Em decisão proferida nesta sexta-feira (14), o juiz federal Horacio Alfonso declarou que os dois artigos da Ley de Medios questionados na Justiça pelo principal império midiático da Argentina, o Grupo Clarín, são constitucionais e devem entrar em vigor. Para Martin Sabatella, dirigente da Autoridade Federal de Serviços de Comunicação Audiovisual (AFSCA), a decisão é histórica e representa uma importante vitória dos que lutam pela verdadeira liberdade de expressão no país vizinho. "Estamos muito contentes, a justiça foi feita”.


Para Martin Sabatella, "foi uma barbaridade que uma lei da democracia tenha sido freada durante três anos por pressões das corporações. A nossa democracia necessita da aplicação integral desta lei”. Ele também reafirmou que "estávamos absolutamente convencidos da constitucionalidade da lei e o juiz ratificou isso... Hoje, mais do que nunca, todos devem entender que ninguém pode estar por fora da lei. Hoje é um dia para a democracia e para a liberdade”.

O Grupo Clarín, que ergueu o seu império durante a sanguinária ditadura militar da Argentina, já anunciou que vai recorrer contra a decisão. A máfia midiática insiste em afirmar que os artigos 45 (que fixa os limites de concentração de licenças) e o 161 (que determina o prazo de um ano para se desfazer do excesso de concessões) são inconstitucionais. A margem de manobra do monopólio, porém, agora ficou mais reduzida. Ele insistirá no falso discurso sobre a "liberdade de expressão" - que, na verdade, é a defesa da liberdade dos monopólios.

Na sua choradeira, o Grupo Clarín contará com o apoio dos barões da mídia da América Latina, reunidos no antro golpista da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP). Editoriais e comentários ácidos também serão difundidos nos jornalões, revistonas e emissoras de rádio e tevê do Brasil. Mas, de concreto, o monopólio midiático da Argentina precisará estudar as formas para desconcentrar o conglomerado.
Postado por Miro às 00:11

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

“STF” ULTRAJA A CONSTITUIÇÃO E OFENDE A DEMOCRACIA


"stf"

IRÁ DE NOVO RASGAR A CONSTITUIÇÃO FEDERAL ?

 

ULTRAJAR A CONSTITUIÇÃO É OFENDER A DEMOCRACIA

As provas da conduta leviana da PGR/MPF na “montagem” da denúncia encardernada na AP 470 são torrenciais.

O relator Joaquim Barbosa valeu-se de um sentimento do senso comum – punir os maus políticos – e abraçou integralmente a tese da PGR/MPF.

Ocorre que muitos são os que já tem conhecimento da desfaçatez seletiva e tendenciosa que pautou o julgamento desde o dia 02 de agosto.

É de conhecimento de toda a nação brasileira que ocorreu a famigerada e condenável prática de Caixa 2.

Mas, na ânsia pelos holofotes midiáticos, juntaram-se factóides travestidos de embasamento jurídico com a conhecida posição oposicionista da velha mídia.

Está agora o STF diante de uma encruzilhada.

Confirmar a submissão do Legislativo em detrimento da Constituição Federal e assim saciar a sede sanguinária dos oposicionistas ou respeitar a Constituição Federal e a INDEPENDÊNCIA e HARMONIA entre os poderes da União, desagradando os “mervais” e similares do PIG, o partido da imprensa golpista.

E nós, o que faremos ?

DEFENDER A CONSTITUIÇÃO FEDERAL É A NOSSA TAREFA.


“STF” VAI FECHAR O CONGRESSO???!!!... – P. H. AMORIM

http://www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2012/12/charge-bessinha_stf-julgamento1.jpg


JUDAICO SIONISMO ATACOU O PARAGUAI – COMPROU O CONGRESSO E EXPULSOU “LUGO”, LEGALMENTE ELEITO!

JUDAICO SIONISMO COMPROU O “STF” DO EGITO – CASSOU 500 DEPUTADOS 
ELEITOS PELO POVO!

JUDAICO SIONISMO COMPROU O “STF” DE HONDURAS – CASSOU ZELAYA QUE HAVIA SIDO ELEITO PELO POVO E O EXPULSOU DO PAÍS!

JUDAICO SIONISMO COMPROU O “STF” DO BRASIL – CONDENOU SEM PROVAS, RASGOU A CONSTITUIÇÃO, FRAUDOU UMA TEORIA ALEMÃ, FALTA AGORA EDITAR O “AI-6” E CASSAR O NOSSO CONGRESSO!

By  Paulo Henrique Amorim
Publicado em 10/12/2012

Supremo vai
fechar o Congresso ?

Depois de condenar sem provas, rasgar a Constituição e fraudar uma teoria alemã, só falta o AI-6 do Supremo. Às favas com a Lei !

E se a Câmara não cassar o Genoíno ?

Genoíno foi eleito com 92 mil votos.

Mais do que os do Ministro Fux.

Se a Câmara não cassar o Genoíno, o Supremo vai reagir como ?

Mandar o Celso Amorim invadir o Congreso e fechar a Câmara (mas deixar o Senado aberto …) ?

Não há crise institucional nenhuma, amigo navegante.

O que já houve: o Supremo acha que assumiu o poder.

Gilmar (aqui chamado de Gilmar Dantas (*)), agora, enamorado do DEMO, tentou o Golpe do Estado da Direita e não conseguiu (embora o Estadão tenha ajudado).

O Supremo transformou o julgamento do mensalão (o do PT) num julgamento de exceção.

Nada mais natural agora do que se ache acima dos representantes do povo e possa cassar um representante do povo.

E se o Celso Amorim não mandar a Vula descer ?

O que vai fazer o Supremo ?

Reduzir-se à sua insignificância institucional ?

Se a Câmara não cassar não vai acontecer nada: NADA !

Nadinha !

Toga não é japona.

E o Gilmar não é a Vaca Fardada do General Mourão.


By  Paulo Henrique Amorim

sábado, 1 de dezembro de 2012

JESUS - “JUDEUS SÃO FILHOS DO DIABO” ???!!!...







..." (JOÃO CAPÍTULO 7 E 8). – “JUDEUS SÃO FILHOS DO DIABO”









"E, DEPOIS DISSO, JESUS ANDAVA PELA GALILÉIA, E JÁ NÃO ANDAVA PELA JUDÉIA, POIS OS JUDEUS PROCURAVAM MATÁ-LO... JESUS DIZIA, POIS AOS JUDEUS... BEM SEI QUE SOIS DESCENDÊNCIA DE ABRAÃO, CONTUDO PROCURÁIS MATAR-ME, PORQUE MINHA PALAVRA NÃO ENTRA EM VÓS. EU FALO DO QUE VÍ JUNTO DE MEU PAI, 






E VÓS FAZEIS O QUE TAMBÉM VISTE JUNTO DE VOSSO PAI... VÓS TENDES POR PAI O DIABO E QUEREIS SATISFAZER OS DESEJOS DO VOSSO PAI..." (JOÃO CAPÍTULO 7 E 8).




confira mais sobre o assunto no site abaixo:
 http://www.previnasedamarca.com/index_site.php

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

EGITO – LACAIO DO JUDAICO SIONISMO CONTESTA MORSI – “NOVO FARAÓ”




O lacaio e capacho-mor do JUDAICO SIONISMO INTERNACIONAL no Egito, Mohamed el-Baradei, contesta MORSI por este se encaminhar e decretar novo rumo do país na recuperação da INDEPENDÊNCIA E SOBERANIA dos egípcios.

Presidente do Egito amplia próprios poderes

Mohamed Morsi decreta emendas constitucionais que o colocam acima da Justiça, ordena investigações de líderes militares da era Mubarak e afasta procurador-geral.

 O presidente do Egito, Mohamed Morsi, decretou nesta quinta-feira (22/11) emendas constitucionais que reforçam os próprios poderes e o colocam acima do controle judiciário, tornando suas decisões incontestáveis.

 "O presidente pode tomar qualquer decisão ou medida para proteger a revolução", declarou um porta-voz na televisão. "As declarações constitucionais, decisões e leis emitidas pelo presidente são definitivas e não estão sujeitas a recurso" até que uma nova Constituição entre em vigor e um novo Parlamento seja eleito, acrescentou. A eleição está prevista para o segundo semestre de 2013.

 Morsi também afastou o procurador-geral, Abdel Meguid Mahmud, que não tinha conseguido demitir das funções no mês passado. O procurador-geral havia sido designado durante o mandato do ex-ditador Hosni Mubarak, derrubado por uma revolta popular em fevereiro de 2011.

 O presidente egípcio também garantiu imunidade à assembleia constituinte e à câmara alta do Parlamento, impedindo dessa maneira que sejam dissolvidas pela Justiça. As duas câmaras são dominadas por islamistas aliados do presidente. A suprema corte do Egito deveria decidir sobre a legalidade da assembleia constituinte em dezembro.

 Membros liberais e cristãos abandonaram a assembleia recentemente, afirmando que os islamistas estão tentando moldar a Constituição para atender seus próprios propósitos. Morsi deu mais dois meses para que a assembleia encerre seus trabalhos, inicialmente previstos para acabar em dezembro.

 Além disso, Morsi ordenou novas investigações sobre as mortes de manifestantes durante os protestos que levaram à queda de Mubarak. Essa decisão pode afetar diversos chefes militares envolvidos na repressão aos protestos.

 Numa primeira reação às decisões de Morsi, o político da oposição e Nobel da Paz Mohamed el-Baradei considerou que o presidente egípcio se transformou num novo faraó. "Morsi assumiu hoje todos os poderes estatais e designou a si próprio como o novo faraó do Egito. Um profundo golpe na revolução e que pode ter nefastas consequências", considerou num comentário escrito na rede social Twitter.

 Os alterações constitucionais foram anunciadas pouco depois de Morsi ter sido elogiado pela sua mediação no conflito entre o Hamas e Israel, que resultou num cessar-fogo.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

GAZA – ISRAEL ATACA JORNALISTAS DELIBERADAMENTE



GAZA – ISRAEL ATACA JORNALISTAS DELIBERADAMENTE – PARA ELIMINAR TESTEMUNHAS DO COVARDE MASSACRE, QUE ESTÁ PERPETRANDO CONTRA OS INDEFESOS PALESTINOS.

O escritório de agência RT na Faixa de Gaza, foi destruída em um ataque aéreo israelense.

Ashraf al Qudra é chefe dos serviços de porta-voz de saúde em Gaza, disse que Israel atacou os escritórios da agência de notícias RT estão localizados na Faixa de Gaza.
Também foi anunciado que os jornalistas evacuaram o centro de mídia depois de um bombardeio aéreo inicial, seguido de vários ataques durante a manhã de domingo. Como resultado, a construção, localizado no centro da media 'Al Shawa', foi fortemente danificados.

 Entre os meios alojados no prédio foram, entre outros, o canal RT, em sua versão árabe, as cadeias de TV Al-Aqsa (Hamas vinculada) e os libaneses Al-Quds, o canal de notícias italiana RAI, Sky News, ARD TV alemã e Kuwait.
Além disso, dos quatro mísseis, um atingiu o térreo, onde o escritório do canal RT está localizado . RT é correspondente em sua versão árabe-Al Saed Suerki deixou o prédio ao lado do cinegrafista Mustafa Al-Bayada uma hora antes do ataque.

"Normalmente, se estas condições existem, e assim aconteceu durante as atividades militares de 2008 a 2009, nós estamos indo para casa, mas sabemos que a situação é perigosa e não há sequer uma chance de começar uma operação terrestre. No entanto, tentar ficar em nossas posições, tendo todas as oportunidades para trabalhar quando você finalmente terá eletricidade. Desta vez, quando o poder saiu, decidimos ir buscar combustível para o gerador. E é isso que nos salvou ", disse o jornalista Al Suerki.

O jornalista também disse que Israel atacou deliberadamente os meios de comunicação que estavam em Gaza.

"Nós nos referimos a quatro edifícios, torres que são exclusivamente para o uso de jornalistas desde 2000, há apenas jornalistas, mas durante a guerra de 2008-2009, Israel também atacaram estes edifícios e muitos jornalistas foram mortos em Gaza", acrescentou jornalista.

"Na última guerra, perdemos seis jornalistas e quatro operadores. Desta vez, nosso escritório também foi danificado, pois é perto do escritório da Al-Quds. Não é a primeira vez que nos atacam, e não será a última ", disse Al Suerki.
Por fim, o jornalista Muhammad Astal disse que, ao ouvir as sirenes ficou em estado de choque.

"Nós estávamos em estado de choque quando soubemos que o míssil caiu no prédio, nós saimos rapidamente. Nos sentimos mal com o que aconteceu com os nossos colegas feridos no incidente, o dano é muito grande ", disse o jornalista Muhammad ael Astal.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

STF PARALISA SISTEMA BANCÁRIO – aplicando a “teoria da cegueira deliberada”,




Publicado em 14/11/2012

STF PARALISA SISTEMA BANCÁRIO – aplicando a “teoria da cegueira deliberada”,

Bancos não sabem como se adaptar. Supremo assume o papel de Banco Central.


Saiu na Folha (*):
PUNIÇÃO RIGOROSA NO MENSALÃO DEIXA BANCOS APREENSIVOS
JULIO WIZIACK
DE SÃO PAULO

A pena aplicada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a Kátia Rabello, dona do banco Rural, já está levando a uma reviravolta no setor financeiro e entre as empresas que usam o mercado de capitais para tomar empréstimos.

A Folha consultou advogados, empresas e banqueiros, que só aceitaram falar sob condição de anonimato.

Na sexta passada, um grupo de bancos se reuniu para discutir o que fazer com o novo tratamento proposto pelo STF para crimes financeiros.

Kátia Rabello foi condenada a 16 anos e 8 meses de prisão. O Rural ajudou a financiar o mensalão, concedendo empréstimos e permitindo que o dinheiro do esquema fosse distribuído em suas agências sem que os verdadeiros destinatários dos recursos fossem identificados.

O advogado José Carlos Dias, que defende Kátia Rabello, acha a pena exagerada. “Não foi ela quem concedeu os empréstimos”, disse em nota. “Foi responsável apenas pela renovação de um deles, sem que houvesse desembolso de dinheiro novo.”

Dias recorrerá da decisão tão logo seja possível.

A dosagem da pena foi o que deixou apreensivos o empresariado e boa parte dos banqueiros. Para eles, está claro que o STF vai instituir a teoria usada na decisão como “regra” a partir de agora.

“NÃO SABIA”

Conhecida como “teoria da cegueira deliberada”, ela abre precedente para que sejam considerados crimes dolosos não somente aqueles praticados intencionalmente como os cometidos por displicência e eventualmente.

De acordo com essa interpretação, quem transporta uma mala sem conhecer seu conteúdo corre o risco de condenação caso esteja transportando drogas, por exemplo, e seja descoberto. A regra também valeria para quem mata no trânsito ao dirigir embriagado.

A teoria, aplicada nos EUA e na Espanha, permitiu enquadrar Kátia Rabello nos crimes de gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro.

Por ela, o dirigente de um banco não pode liberar recursos que serão usados em crimes e dizer que “não sabia” (a cegueira deliberada) ou que “não era seu papel” conceder o empréstimo.

Para o mercado, isso levará a estruturas jurídicas maiores e mais rigorosas porque, de antemão, será preciso vasculhar a vida do cliente e do destinatário. E isso, segundo eles, elevará os custos das operações, que ficarão mais demoradas.


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a  Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.